Quando a gente vê uma caverna, logo se pensa na escuridão e nos obstáculos que estarão no meio caminho, certo? Se você quer muito conhecer uma caverna, mas tem medo de ficar no escuro, a melhor opção é a Caverna do Diabo, considerada a maior caverna do estado de SP. Ela fica na cidade de Eldorado, a cerca de 4h30 da capital. O São Paulo Interior (do Instagram @saopaulointerior) esteve lá e eu conto pra vocês como é esse passeio.

A Caverna do Diabo fica dentro de um parque estadual, onde além da caverna também existe cachoeira e mirantes para observação da região, que possui a maior reserva de Mata Atlântica preservada do estado. Para ter acesso ao parque, paga-se o valor de R$ 16 e há política de meia entrada para alguns grupos. Estando lá dentro, você precisará pagar mais R$ 16 para contratar guia e conseguir entrar na caverna. A contratação de guia na Caverna do Diabo é obrigatória e você contrata lá mesmo no parque.

O tour pela caverna dura mais ou menos 1h30. Nesse período, você observa as esculturas que foram esculpidas ao longo dos anos e ouve as explicações do guia de turismo. Ao contrário das cavernas do Petar (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira), a caverna do Diabo tem iluminação artificial e escadas que te auxiliam no passeio. Muita gente pergunta: dá para levar criança na caverna do Diabo? Claro que dá! Não só crianças, como também idosos, desde que não tenham problema de mobilidade para subir escadas.

E já que você estará na Caverna do Diabo, eu convido vocês também a conhecerem o Vale das Ostras, que fica ali mesmo na região. A trilha do Vale possui 12 cachoeiras, sendo uma delas aquela que foi considerada a cachoeira mais bonita de SP, a Cachoeira do Meu Deus. Clique aqui para saber mais sobre esse passeio.

No vídeo abaixo eu mostro como foi nossa viagem à Caverna do Diabo: