Desde quarta-feira (22), os hotéis, pousadas, bares e restaurantes de Cunha podem voltar a funcionar na cidade. A autorização foi concedida em decreto municipal publicado pelo prefeito Rolien Garcia. A cidade está em quarentena há mais de 100 dias, com restrição total. Agora, a retomada deverá ser consciente, com uso de máscaras e limite de capacidade de atendimento.

De acordo com o decreto, hotéis e pousadas podem abrir com até 40% da capacidade, garantindo a ocupação de pelo menos duas unidades, independentemente do percentual que isso representa. Essa foi a forma encontrada para não prejudicar os estabelecimentos menores. A higienização deverá ser reforçada, observando uma série de protocolos, que pode ser acessada aqui.

Os bares e restaurantes também podem reabrir com atendimento presencial, respeitando igualmente o limite de 40% de capacidade. O funcionamento deverá ser de no máximo 6 horas diárias, não ultrapassando o horário das 23h. Os protocolos a serem observados estão aqui.

 

Pontos Turísticos

O São Paulo Interior entrou em contato com os principais pontos turísticos de Cunha  e obteve a informação de que o Contemplário, um dos mais famosos campos de lavanda da cidade, reabrirá apenas na sexta-feira (dia 31). O funcionamento é de quinta a segunda, das 10 às 18h. Nesse período em que estavam fechados, a administração fez o replantio de 5 mil mudas de lavandas. A entrada é gratuita.

O Lavandário, outro campo de lavandas, reabrirá nesta sexta (dia 24), em seu horário habitual: das 10h até o pôr do sol. A entrada custa R$ 15. Maiores de 60 anos pagam R$ 7 e crianças de até 12 anos não pagam.

A Cachoeira do Pimenta, por ser uma área municipal, já foi reaberta para visitantes, com restrições.

A Pedra da Macela, por ser uma área de juridição federal, permanece fechada. Em contato com o ICMbio, órgão federal responsável pelo Parque Nacional da Serra da Bocaina, eles informaram que a reabertura dos parques nacionais administrados pelo instituto será realizada de forma gradual e com alinhamento com os estados e municípios. “O instituto estabeleceu algumas regras que devem ser observadas como, por exemplo, a redução de até 40% de sua capacidade de público, de forma que a visitação respeite o espaçamento mínimo de 2 metros entre as pessoas para evitar aglomeração. Além disso, deve ser disponibilizado álcool gel ou produtos de higienização para mãos e o uso obrigatório de máscara de proteção facial”, afirma na nota.

 

Restaurante em Cunha

O restaurante do Gnomo, um dos mais tradicionais da cidade, funcionará a partir desta sexta-feira (24), com seus deliciosos pratos. O local abre de quinta a domingo, das 12h30 às 18h. Reservas podem ser feitas no whatapp (12) 99734-8869.

Veja também:

5 Lugares para conhecer em Cunha