Diversos setores do turismo no estado de São Paulo estão vivendo momentos de incerteza com a nova classificação das regiões feita pelo Governo Estadual para controlar a pandemia de Covid-19. Regiões turísticas como Brotas e Botucatu, no centro do estado, recuaram da fase amarela para a fase laranja, o que restringe ainda mais a abertura de comércios e serviços.

Desde a primeira classificação feita pelo governo, cidades do interior paulista começaram a se movimentar para voltar a receber turistas. Todas as regras, com adoção de normas sanitárias rígidas e respeito ao distanciamento social, foram repassadas aos empresários para que fosse possível uma abertura gradual e segura a partir de 1º de junho. De lá para cá, aos poucos, hotéis, pousadas, ecoparques e restaurantes têm abrido com uma série de protocolos. Agora, com a reclassificação, alguns setores podem ter de recuar, trazendo um cenário de dúvidas tanto para turistas quanto para quem atua na área.

O que o São Paulo Interior tem observado é que as normas impostas por protocolos sanitários têm sido seguidas à risca por estabelecimentos dessas regiões, sempre respeitando o distanciamento social e com higienização redobrada de áreas comuns. Muitos desses lugares investiram recursos financeiros – já escassos por causa da crise – para se adequarem. Turistas que visitaram essas regiões também têm se posicionado favoravelmente ao que já estão chamando de “novo normal”.

A partir do dia 15, algumas atividades podem sofrer mudanças por causa da reclassificação para a fase laranja. Por isso é importante consultar os estabelecimentos antes da viagem.

Além de Brotas e Botucatu, outras regiões foram reenquadradas pelo estado de São Paulo: Presidente Prudente e Barretos, por exemplo, recuaram duas fases: saíram do amarelo para o vermelho. O prefeito de Barretos anunciou que houve “equívoco” na reclassificação e que vai manter os serviços funcionando. A região de Araraquara/São Carlos também retrocedeu da fase amarela para a laranja.

Por outro lado, regiões da Baixada Santista, Vale do Ribeira e a Grande SP avançaram do vermelho para o laranja.

 

Coronavírus em São Paulo

fases regiões coronavirus

Os dados estatísticos referentes aos critérios técnicos que norteiam o Plano São Paulo estão à disposição de qualquer pessoa no boletim completo do coronavírus no estado. Todo o material com mapas interativos, gráficos e tabelas com dados consolidados pode ser consultado ou baixado no site seade.gov.br/coronavirus/, que recebe atualizações diárias.

As estratégias e critérios do Plano São Paulo para retomada da economia de acordo com cinco níveis de reabertura parcial estão à disposição na página saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/planosp/. O site também permite consulta e download de todos os protocolos sanitários para todos os setores produtivos e também as regras de testagem para coronavírus no setor privado.

Já o documento com o resumo do painel atualizado do Plano São Paulo para todas as regiões do estado, apresentado nesta quarta no Palácio dos Bandeirantes, pode ser consultado ou baixado neste link.

fases regioes coronavirus 2