Seu animal de estimação anda meio cabisbaixo neste Carnaval? Que tal levá-lo junto para curtir a folia? Em Campinas, o Bloco do Bob, feito especialmente para os animais e seus tutores, chega à sua 9ª edição. O acesso é gratuito e deve arrastar mais de mil pessoas neste domingo, dia 4, pelas ruas do bairro Cambuí.
 
O Bloco do Bob ficou famoso pela história do cãozinho Bob, que viveu por mais de 10 anos na Praça Largo Santa Cruz, em Campinas. Nesta praça existe um ponto de táxi e a presença constante de Bob, querido por todos do bairro, o tornou o Mascote dos taxistas.
Em 2009, porém, o Centro de Controle de Zoonoses de Campinas notificou os motoristas exigindo a retirada do cãozinho, sob pena de multa e recolhimento do animal. Inconformados, os motoristas buscaram ajuda de protetores de animais, o que gerou repercussão. A comoção foi tamanha que a discussão sobre os inúmeros cães comunitários existentes pelo País ganhou força, garantindo assim ao Bob o direito de permanecer naquela Praça e tornando-o verdadeiro símbolo dessa luta.
 
 
O idealizador do bloco, César Rocha, compõe as marchinhas todos os anos com temas da conscientização animal, tais como: “Não embaça”, “Pirata Vira Lata”, “Quem podia imaginar”, “Tributo ao Bob”, “Bota na cadeia quem maltrata os animais”, “Adote um Bichinho”, “Por que você solta rojão?” e a marchinha deste ano: “Se os animais falassem”.
O clipe da nova marchinha pode ser visualizado aqui:
 
 
O Bloco do Bob sai no domingo, dia 4, às 17h, na Praça Quinze de Novembro (Largo Santa Cruz), no bairro do Cambuí. O desfile percorre a Avenida Júlio de Mesquita até o Centro de Convivência (Teatro de Arena), onde acontece a dispersão.

A participação é gratuita e a aquisição do abadá (Camiseta e bandana) é opcional.